Tratamento para Dependentes Químicos

Centro de recuperação para menores

Centro de recuperação para menores

Na dúvida procure por profissionais que auxiliem a esclarecer as melhores maneiras de tratamento ou entre em contato com o centro de recuperação para menores, esperar que o menor pare sem ajuda pode ser um risco.

Retirar o menor do meio de convívio, a princípio parece ser doloroso, mas é uma e talvez única, em boa parte dos casos, em que possa ocorrer a parada com as drogas imediatamente, sendo no centro de recuperação para menores eles estarão acompanhados durante todo tratamento por profissionais especializados.

Terapias com psicólogo são realizadas regularmente assim como avaliados pelo psiquiatra do centro de recuperação para menores revelam a necessidade de tratamento as doenças psíquicas acaso haja.

O centro de recuperação para menores está preparado para ajudar mesmo em caso de urgência, informamos que o tratamento ocorre sob regulamentação da Anvisa, corpo de bombeiros e possui alvará de funcionamento.

A recuperação de um dependente menor varia muito do quanto ele queira parar e seguir outra vida. No centro de recuperação para menores muito chegam forçados, pois não teriam mais condições de viver no local onde poderiam fazer uso.

Sendo assim o centro de recuperação para menores tem como fundamento a conscientização dos menores acolhidos e valores que incentivem a querer outra forma de viver, pois caso contrário à recaída estará fragilizada.

Psicólogo, psiquiatra, enfermeiro, nutricionista, terapeuta ocupacional, monitores e pessoal administrativo, atuam em conjunto no tratamento centro de recuperação para menores aos menores unindo as áreas importantes em um só lugar, para que haja o diálogo sobre as evoluções de cada paciente.

É preciso agir rápido quando há o consumo intenso de drogas, primeiro para que não passe a causar dependência química e segunda é pelo fato do uso ser progressivo, ou seja, o menor passa a usar com maior frequência e quantidade, pois o corpo acostuma, necessitando mais para causar o mesmo efeito.

Codependência

O sofrimento mental remete as pessoas a refletirem sobre diversos aspectos 
emocionais, sociais, culturais e espirituais que se apresentam rotineiramente e 
interferem na experiência dos envolvidos. Objetivou-se identificar as 
características de co-dependência entre familiares de dependentes químicos. 
Adotou-se o método descritivo, sendo aplicado um formulário com nove 
familiares de pacientes dependentes químicos, internados pela primeira vez em 
uma instituição psiquiátrica no período de março a agosto de 2007. Os dados 
foram analisados em números absolutos e índices percentuais. Verificou-se 
que todos os familiares desconhecem o quadro de co-dependência e acham 
que apenas o paciente necessita de tratamento. Sentem-se responsáveis, 
assim como culpados, penalizados ou ansiosos pelo mesmo. 66,67% tentam 
mostrar para outras pessoas que são bons para o dependente; 77,78% têm 
medo de errar em relação à pessoa e percebem que precisam mudar seu 
comportamento, embora não saibam como ou não estejam conseguindo; 100% 
sentem-se presos a esse relacionamento e continuamente estão ajudando a 
pessoa internada, mesmo contra a vontade. Concluiu-se que todos os 
entrevistados apresentaram características de co-dependência, ignoram que 
sejam co-dependentes, desconhecem grupos de apoio e não procuram formas 
de tratamento para si, apesar de 2 (22,22%) terem sugerido que se elaborasse 
formas explicativas de como tratar e conviver com a pessoa portadora de 
dependência química.

Ajuda

Sobre o Amor-Exigente

Desde 1984, a ONG Amor-Exigente (AE) atua como apoio e orientação aos familiares de dependentes químicos e às pessoas com comportamentos inadequados. Através de um eficiente programa de auto e mútua ajuda, o Amor-Exigente desenvolve preceitos para a reorganização familiar, sensibilizando as pessoas e levando-as a perceber a necessidade de mudar o rumo de suas vidas a partir de si mesmas, proporcionando equilíbrio e melhor qualidade de vida. Como diz o seu lema: torná-las CADA VEZ MELHOR!

Este programa, que há mais de 3 décadas funciona e dá certo, é praticado por meio de 12 Princípios Básicos, 12 Princípios Éticos, Espiritualidade Pluralista e Responsabilidade Social, através de reuniões semanais, cursos e palestras, sempre com a dedicação e comprometimento dos milhares de voluntários espalhados por todo o Brasil, Argentina e Uruguai.

Visando maior abrangência do seu movimento de proteção social, o Amor-Exigente expandiu seu programa, dando origem aos projetos especiais: Prevenção – visa desestimular a experimentação e uso de tabaco, álcool e outras drogas através de uma abordagem educativa junto a pais, avós e professores para ajudar na formação de seus filhos, netos e alunos; Sobriedade – esse trabalho com abordagem distinta, destina-se especialmente às pessoas em processo de recuperação pelo uso e abuso de álcool e outras drogas; Amor-Exigentinho – proposta voltada para o público infanto-juvenil que utiliza os Princípios Básicos do Programa de forma lúdica, clara e objetiva, visando auxiliá-lo a adotar atitudes responsáveis e saudáveis; Sempre É Tempo – focado nos adultos da Melhor Idade que muitas vezes passam pela “síndrome do ninho vazio” ou com o desafio de cuidar dos netos enquanto os pais trabalham e/ou estudam.

Sobre a FEAE

A FEBRAE- Federação Brasileira de Amor-Exigente – teve sua fundação instituída em 18 de novembro de 1984. Surgiu da necessidade de congregar os grupos que vinham atuando na linha do Programa Amor-Exigente (AE), de modo a favorecer maior eficiência e melhores resultados.

Com o alto nível de credibilidade do Programa, mais e mais grupos de ajuda mútua, para dependentes químicos e familiares, foram-se instalando. Assim, para preservar a integridade da proposta de trabalho com Amor-Exigente, sua linha de funcionamento e objetivos, foi instituída a FEBRAE.

Em 2009, com a criação do Novo Estatuto, o nome da federação mudou para FEAE – Federação de Amor-Exigente , acolhendo assim os grupos que nasceram fora do país e ampliando as fronteiras para a atuação do movimento. A sede da FEAE é em Campinas, SP.

Centro de recuperação para menores

Atendimento 24hs

(11) 4175-0727

(11) 96474-1518 (Vivo/Whatsapp)