Tratamento para Dependentes Químicos

clinica de reabilitação para menores

clinica de reabilitação para menores

clinica de reabilitação para menores – A transição da fase da infância para a adolescência é um tanto conturbada, explica os profissionais que atuam na clinica de reabilitação para menores eles ressaltam ainda que estejam tendo uma grande crise entre nossas crianças e seus familiares, chegando à situação caótica.

Temos que ter em mente que todos já passamos por essa fase e sabemos o quanto é complicado e quantas duvidas permeiam as mentes conturbadas dos nossos jovens, e nessa fase que as drogas aparecem muitas das vezes como auto-afirmação ou como uma forma de se sentir encaixado em algum grupo.

Por mais que um adolescente seja saudável, tenha família, educação, situação financeira razoável, entre outros fatores, as drogas permeiam a vida deles, isso é inevitável. Encarar essa realidade é de suma importância como fator de proteção.

 Os psicólogos que atuam na clinica de reabilitação para menores ressaltam que alguns pais adotam a postura de “não tocar no assunto”, acreditando ser a melhor forma de prevenir, ou às vezes, acreditam que esta realidade está longe da família. Acreditam também que estando no controle da vida dos filhos, conseguem preveni-los das drogas.

No entanto, os psiquiatras, psicólogos e terapeutas que atuam na, clinica de reabilitação para menores enfatiza que essa postura não é adequada. O assunto das drogas deve ser discutido na família, mas não com um tom de autoridade e controle, mas como um diálogo aberto para discutir opiniões.

 Na maioria dos casos quando os familiares vão á procura de ajuda para seus filhos, isso significa que os mesmos já estão tão perdidos que nem sabe por onde começar e muitas das vezes tem a certeza que já perderam seus filhos para as drogas, a clinica de reabilitação para menores,  juntamente com seus profissionais altamente qualificados e com uma vasta experiência na área , trabalha em prol de resgatar o jovem desse mundo obscuro e trazer para seus familiares  a esperança  de  trazer o equilíbrio de volta para suas vidas .

 Os profissionais que atuam na clinica de reabilitação para menores ira esclarecer como funciona o tratamento e como a família deve proceder para melhor auxiliar a criança ou adolescente nesse momento em que tudo parece que vai desmoronar.

Os profissionais da clinica de reabilitação para menores explicam que cada droga tem seu mecanismo de ação particular, mas todas atingem de alguma forma o sistema de recompensa cerebral, que envolve o córtex pré-frontal, a área tegumentar ventral, onde há um conjunto de neurônios responsáveis pela liberação do neurotransmissor da dopamina, e o núcleo acumens. Quando sentimos prazer – seja por um estímulo físico, como comida, seja por um estímulo emocional –, ocorre à liberação de dopamina na sinapse, que é o espaço de conexão entre um neurônio e outro. Mas não ficamos alegres o tempo todo e, para retornar à situação de equilíbrio, essa dopamina precisa ser recapturada pelo neurônio que a liberou inicialmente. As drogas impedem esse processo de recaptura e fazem com que um excesso de dopamina permaneça na fenda sináptica, estimulando a comunicação entre os neurônios do sistema de recompensa, intensificando e prolongando a sensação de prazer.

Os profissionais da clinica de reabilitação para menores explicam no que consiste o tratamento contra as drogas, ​​o tratamento consiste na combinação de uso de medicamentos e terapia e passa por vários estágios, sendo a forma mais eficaz de tratamento, pois, ali o indivíduo receberá todo o apoio necessário por parte de médicos, enfermeiros, psicólogos e terapeutas ocupacionais para desintoxicação e para deixar o vício.

Embora o apoio e a ajuda da família sejam muito importantes é parte fundamental do tratamento contra a dependência de drogas o acompanhamento de um psicólogo ou psiquiatra porque estes podem oferecer ferramentas úteis para o indivíduo saber como evitar o contato e o consumo das drogas.

O usuário quando deixa de usar drogas passa por um período de abstinência em que enfrenta ansiedade e diversos distúrbios emocionais e por isso é importante que ele tenha esse tipo de acompanhamento para que possa reconstruir seu ‘eu’ e saiba gerir bem suas emoções, sem precisar de uma nova dose.

Na clinica de reabilitação para menores o jovem e seus familiares irão encontrar o apoio que necessitam, tendo sempre profissionais qualificados e preparados para lidarem com todo o tipo de situação em que o menor possa se encontrar.

Sendo assim, quando o dependente químico chega a clinica de reabilitação para menores  com seu estado emocional bem debilitado, tendo como características: a irritabilidade, agressividade, mentiras, diminuição dos cuidados básicos até mesmo de higiene, incluindo, perda de valores, depressão, síndrome do pânico, esquizofrenia, entre outras, precisando neste momento de toda atenção e acolhimento.

Um fator de suma importância para o tratamento é em relação ao bem estar do interno, que estando bem consigo mesmo, resgata a autoconfiança e obtém êxito para sua recuperação. A aceitação própria de ajuda provoca desejos de mudança e de libertação, conduzindo- o a deixar o vício.

Os psicólogos que atuam na clinica de reabilitação para menores enfatizam a importância de se depositar nele confiança e oferecer uma gama de atividades de modo que ele consiga se “reabilitar”, ou seja, melhorar suas capacidades mentais no que se refere à vida, aprendizagem, trabalho, socialização e adaptação de forma mais normalizada possível.
a clinica de reabilitação para menores  é extremamente importante para a recuperação dos  dependentes pois é nesse ambiente seguro com profissionais especializados que os jovens irão conseguir vencer a batalha contra as drogas  . O relacionamento entre internos e funcionários é baseado na confiança, respeito, amizade e apoio profissional. Durante esse processo de recuperação a família é parte primordial e os profissionais da clinica de reabilitação para menores da todo o suporte para que o jovem possa ter o acompanhamento de seus familiares e conseqüentemente ajuda aos familiares nesse processo de reabilitação que tanto é complicado para o jovem como para seus entes queridos.

O espaço para que todo esse magnífico trabalho aconteça é de suma importância, pois o ambiente deve ser tranqüilo, acolhedor e com uma estrutura adequada, que traga para o jovem ambientes como quadra para prática de esportes, salas de TV, piscinas, quartos  arejados , salas para reuniões , refeitórios amplos e espaço com muita área verde .

Codependência Química ocorre quando perde-se a noção de até onde deve-se ajudar o dependente de drogas e álcool. Conheça as características da doença.Descubra a quem recorrer para alcançar a cura.

Codependência Química – O que é?

A codependência química é um estado patológico em que pessoas ligadas a dependentes químicos, abrem mão de suas vidas para viverem em função dos problemas e sentimentos destes.

Indivíduos nesta situação de codependentes são afetados pela convivência com familiares ou amigos, vítimas das drogas ou do álcool. Se envolvem emocionalmente com o problema do outro a ponto de acobertarem as consequências dos atos destes dependentes.

O codependente acha-se inteiramente responsável pelo dependente e faz de tudo para minimizar as situações constrangedoras e dolorosas do álcool e das drogas.

Codependente e Dependente químicos – Os dois precisam de ajuda.

Os dois, tanto dependente quanto codependente precisam de ajuda e de tratamento. Mas, quem pode ajudar?

Quem trabalha com reabilitação humana e conta com profissionais inteiramente capacitados para lidar com os problemas do álcool e da droga.

O Grupo VIDA pode ajudar, pois trata e reabilita de dependentes químicos de drogas e álcool, desde 1988. Só quem tem tanto tempo de estrada neste ramo, pode saber como reverter esta doença.

A Clínica de Recuperação do Grupo VIDA conta com o melhor método de tratamento para estes casos. Possui elevado índice de recuperação comprovada e atua tendo como essência a humanidade no tratamento e a qualidade nos serviços prestados.

Se você ainda não conhece o Grupo VIDA, informe-se, ligue, venha ver de perto. Saiba que este é o lugar onde se pode alcançar a cura. Não somente para aquele que é codependente, mas também para seu ente querido, preso no infortúnio do vício.

Saiba que aqui moram a esperança e a conquista de dias mais felizes. Aqui pode-se sonhar com a libertação do mundo da codependência.

O Drama dos Codependentes químicos e alcoólicos?

Eles não se reconhecem como doentes emocionais. Vivem ao redor dos dependentes tentando ocultar todo o rastro deixado por eles. O objetivo é sempre esconder as situações ocorridas para evitar a qualquer custo o sofrimento do outro.

É uma relação doentia e que resulta em malefícios para ambos. Para o dependente é uma situação ruim porque facilita e encoberta seu vício. Para o codependente é terrível, pois ele sente-se culpado pelas ações do outro.

Constantemente se responsabiliza por elas. Não percebe que está vivendo uma situação irreal e que precisa de muita, muita ajuda. Vive o vício do outro, morre a cada dia um pouco, sem esperança de cura.

Com sua atuação o codependente acha que está ajudando o familiar ou amigo que tenta proteger. Na verdade só adia o reconhecimento da dependência e atrasa o começo de um tratamento sério.

Na verdade, facilita e torna cômoda a continuação do vício. Tira de sobre os ombros do dependente toda a responsabilidade de seu mal. Este jeito de agir, não caracteriza auxílio e apoio. Significa que existe um relacionamento doentio entre ambos. O codependente se compromete e assume a culpa do vício, enquanto o dependente se acomoda, se embebeda ou se droga.

O Que Caracteriza a Codependência Química?

A codependência química é um estado doentio. É uma doença crônica e progressiva. Aqueles que sofrem com esta doença desenvolvem algumas características e apresentam alguns sinais como:

  • Tomam para si toda a responsabilidade dos atos do outro.
  • Assumem os sentimentos, as escolhas, as ações e até os pensamentos e destino do dependente químico.
  • Vivem ansiedade, remorso infundado, piedade intensa e culpa em relação ao problema e situação do outro.
  • Tentam a todo custo ajudar e ficam enraivecidos quando a ajuda não funciona.
  • Possuem autoestima baixa.
  • Tem verdadeira obsessão em controlar o comportamento do dependente.
  • Considera o protegido mais importante do que ele próprio.
  • Não consegue falar abertamente de seus sentimentos em relação ao outro.
  • Prefere sofrer em silêncio a ter que ferir o outro.
  • Tem dificuldades em entender que esta codependência é doentia e que precisa de tratamento.

Codependência Química e o Tratamento

A codependência química tem tratamento. A pessoa afetada quando busca tratar-se é levada a enfrentar o desafio de aceitar suas limitações quando se trata do outro.

O paciente passa a perceber até onde pode ir e até que ponto é possível ajudar alguém. É reestabelecida a linha entre amor e permissividade.

O tratamento do codependente possibilita a redescoberta da autonomia e objetiva colocar o paciente como ser humano importante. Além disso, proporciona oportunidade de construir projeto de vida próprio sem codependência de outros.

São Metas do Tratamento:

  • Levar à aceitação de si e do outro.
  • Promover a elevação da autoestima.
  • Proporcionar ao paciente valorização de si mesmo.
  • Enfrentamento da realidade.
  • Levar a expressar seus sentimentos sem culpa.
  • Levar a percepção de que é fundamental auxiliar, dando ao outro a oportunidade de decidir que tipo de ajuda deseja

clinica de reabilitação para menores

Atendimento 24hs

(11) 4175-0727

(11) 96474-1518 (Vivo/Whatsapp)