Tratamento para Dependentes Químicos

clinica de recuperação para meninos menores de idade

clinica de recuperação para meninos menores de idade

clinica de recuperação para meninos menores de idade  – A forma como os adolescentes estão se envolvendo cada dia mais com o álcool e as drogas, vem alarmando não só os familiares que na maioria das vezes não sabem que atitude tomar perante a situação, mas também vem trazendo um grande impacto para sociedade, pois a cada dia aumenta o número de jovens envolvido com o trafico, assassinatos e acidentes de transito. Os especialistas da clinica de recuperação para meninos menores de idade ressalta que o envolvimento com as drogas e álcool pelos jovens na maioria das vezes é uma forma de escapismo. Quando estão tristes ou deprimidos vêem estas substâncias como forma de esquecer ou também uma forma de auto-afirmação para si mesmo ou perante os familiares, pois estão ainda na fase de não saberem o que querem ou quem realmente são e na maioria das vezes acham nas drogas uma forma de sentirem aceitos pelo grupo em que estão inseridos, se sentido assim parte de algo no qual eles se sentem livres para ser como é sem sentirem reprimidos e assim sentirem mais felizes.

Os psicólogos que atuam na clinica de recuperação para meninos menores de idade enfatiza que a curiosidade é uma parte natural da vida e os adolescentes não estão imunes a essa vontade. Muitos adolescentes começam a experimentar drogas e álcool simplesmente porque são curiosos e querem saber o que se sente ao usar. Como adolescentes, eles têm a ilusão de que são invencíveis. Mesmo sabendo que as drogas são ruins, acreditam que nada de ruim pode realmente lhes acontecer.

Quando o jovem chega ao ponto de não conseguir perceber o mau que estão causando a si mesmo e aos seus familiares, se faz necessário a ajuda de profissionais, como psicólogos, psiquiatras, terapeutas a clinica de recuperação para meninos menores de idade, tem como objetivo juntar essas áreas do conhecimento tendo em mente que um tratamento para se ter o resultado esperado deve ser multidipliscinar, ou seja, varias áreas trabalhando juntas com o mesmo foco que é resgatar o jovem da situação de dependência ao qual se encontra.

Os especialistas que atuam na clinica de recuperação para meninos menores de idade ressalta que drogas e álcool são freqüentemente utilizados para melhorar certas experiências na qual a maioria dos jovens ainda estão experimentando. Cocaína e anabolizantes são comumente usados ​​para aumentar a energia. Ecstasy pode ser usado em caso de inibição e reforço em uma experiência sexual. Maconha e álcool são muitas vezes utilizados para relaxar, serem mais desinibidos e ficarem mais confortáveis em situações sociais.

Tendo uma larga experiência no assunto os profissionais da clinica de recuperação para meninos menores de idade enfatiza que o ponto mais perigoso e que leva o jovem a ter o contato com as drogas ou o álcool é o conto clássico da pressão dos pares sendo o motivo para a experimentação. Esta pressão dos pares acontece com mais freqüência entre as idades de dezesseis e dezoito anos, quando os adolescentes começam a pensar “todo mundo está fazendo isso” e, por isso, devo fazer também. Esta pressão dos colegas é mais evidente do que a pressão para fazer amigos e é, por vezes, instigada por amigos mais velhos.

Os profissionais da clinica de recuperação para meninos menores de idade ressaltam que os adolescentes muitas vezes sentem um imperativo social para experimentar tudo o que podem, enquanto ainda são jovens. Sentem a situação como “agora ou nunca”. Tem que usar drogas agora, antes de se tornarem adultos e terem responsabilidades. Imaginam que se não experimentarem quando adolescentes estarão perdendo tudo na vida.

 Na maioria dos casos o jovem dependente químico sofre seriamente de problemas comportamentais, sentimentais e emocionais, também atravessa por uma forte turbulência familiar e social tornando-se um jovem desequilibrado não atendendo mais as suas responsabilidades, não conseguindo mais se relacionar com pessoas ligadas aos seus círculos de família, sociedade e escola, muitos entram em profunda depressão, outros perdem a sua própria estima, não dando mais importância as conseqüências que o uso lhe acarreta. Para que não chegue a esse ponto é que os profissionais da clinica de recuperação para meninos menores de idade enfatiza a necessidade de um tratamento no qual o jovem preciso se afastar do grupo no qual estava inserido, para isso se faz necessário que o jovem esteja na clinica de recuperação para meninos menores de idade, no qual recebera tratamento adequado em um ambiente seguro e livre de qualquer contato com as drogas.

No ambiente certo o jovem conseguira se livrar das drogas e de todo o malefício que elas causam tanto para eles quanto para seus familiares, na clinica de recuperação para meninos menores de idade, o psicólogo especializado em tratar com jovens dependentes ira realizar um trabalho que  primeiramente irá  avaliar  o histórico familiar do paciente, e com isso passa as entrevistas iniciais e os testes psicológicos, com o uso do DSM-IV ou CID-10 o diagnóstico é feito para assim dar início realmente ao tratamento adequado, a observação da evolução do paciente é feita por meio da abordagem terapêutica e as estratégias de prevenção de recaída, as mesmas podemos observar em situações como as entrevistas motivacionais podendo ser individual, grupal, familiar ao qual são feitas certas estratégias psicoterapêuticas para motivá-lo e para o controle de sintomas psicóticos ou depressivos.

 Os terapeutas que atuam na clinica de recuperação para meninos menores de idade promove encontros interpessoais, objetivando a valorização das histórias dos participantes, o resgate da identidade, a restauração da auto-estima e da confiança em si, a ampliação da percepção dos problemas e possibilidades de resolução. Tem como base de sustentação o estimulo para o desenvolvimento ou a criação de uma rede de solidariedade. Este contexto de possibilidades de expressão dos conflitos, medos e dúvidas, num ambiente livre de julgamentos, onde se valorizam as diferenças individuais e as experiências de vida de cada um, favorece a prevenção, o tratamento e a reinserção social de usuários, dependentes e suas famílias. Lembrando sempre a importância de um ambiente tranqüilo e seguro para que o jovem se sinta amparado.

Codependência Química ocorre quando perde-se a noção de até onde deve-se ajudar o dependente de drogas e álcool. Conheça as características da doença.Descubra a quem recorrer para alcançar a cura.

Codependência Química – O que é?

A codependência química é um estado patológico em que pessoas ligadas a dependentes químicos, abrem mão de suas vidas para viverem em função dos problemas e sentimentos destes.

Indivíduos nesta situação de codependentes são afetados pela convivência com familiares ou amigos, vítimas das drogas ou do álcool. Se envolvem emocionalmente com o problema do outro a ponto de acobertarem as consequências dos atos destes dependentes.

O codependente acha-se inteiramente responsável pelo dependente e faz de tudo para minimizar as situações constrangedoras e dolorosas do álcool e das drogas.

Codependente e Dependente químicos – Os dois precisam de ajuda.

Os dois, tanto dependente quanto codependente precisam de ajuda e de tratamento. Mas, quem pode ajudar?

Quem trabalha com reabilitação humana e conta com profissionais inteiramente capacitados para lidar com os problemas do álcool e da droga.

O Grupo VIDA pode ajudar, pois trata e reabilita de dependentes químicos de drogas e álcool, desde 1988. Só quem tem tanto tempo de estrada neste ramo, pode saber como reverter esta doença.

A Clínica de Recuperação do Grupo VIDA conta com o melhor método de tratamento para estes casos. Possui elevado índice de recuperação comprovada e atua tendo como essência a humanidade no tratamento e a qualidade nos serviços prestados.

Se você ainda não conhece o Grupo VIDA, informe-se, ligue, venha ver de perto. Saiba que este é o lugar onde se pode alcançar a cura. Não somente para aquele que é codependente, mas também para seu ente querido, preso no infortúnio do vício.

Saiba que aqui moram a esperança e a conquista de dias mais felizes. Aqui pode-se sonhar com a libertação do mundo da codependência.

O Drama dos Codependentes químicos e alcoólicos?

Eles não se reconhecem como doentes emocionais. Vivem ao redor dos dependentes tentando ocultar todo o rastro deixado por eles. O objetivo é sempre esconder as situações ocorridas para evitar a qualquer custo o sofrimento do outro.

É uma relação doentia e que resulta em malefícios para ambos. Para o dependente é uma situação ruim porque facilita e encoberta seu vício. Para o codependente é terrível, pois ele sente-se culpado pelas ações do outro.

Constantemente se responsabiliza por elas. Não percebe que está vivendo uma situação irreal e que precisa de muita, muita ajuda. Vive o vício do outro, morre a cada dia um pouco, sem esperança de cura.

Com sua atuação o codependente acha que está ajudando o familiar ou amigo que tenta proteger. Na verdade só adia o reconhecimento da dependência e atrasa o começo de um tratamento sério.

Na verdade, facilita e torna cômoda a continuação do vício. Tira de sobre os ombros do dependente toda a responsabilidade de seu mal. Este jeito de agir, não caracteriza auxílio e apoio. Significa que existe um relacionamento doentio entre ambos. O codependente se compromete e assume a culpa do vício, enquanto o dependente se acomoda, se embebeda ou se droga.

O Que Caracteriza a Codependência Química?

A codependência química é um estado doentio. É uma doença crônica e progressiva. Aqueles que sofrem com esta doença desenvolvem algumas características e apresentam alguns sinais como:

  • Tomam para si toda a responsabilidade dos atos do outro.
  • Assumem os sentimentos, as escolhas, as ações e até os pensamentos e destino do dependente químico.
  • Vivem ansiedade, remorso infundado, piedade intensa e culpa em relação ao problema e situação do outro.
  • Tentam a todo custo ajudar e ficam enraivecidos quando a ajuda não funciona.
  • Possuem autoestima baixa.
  • Tem verdadeira obsessão em controlar o comportamento do dependente.
  • Considera o protegido mais importante do que ele próprio.
  • Não consegue falar abertamente de seus sentimentos em relação ao outro.
  • Prefere sofrer em silêncio a ter que ferir o outro.
  • Tem dificuldades em entender que esta codependência é doentia e que precisa de tratamento.

Codependência Química e o Tratamento

A codependência química tem tratamento. A pessoa afetada quando busca tratar-se é levada a enfrentar o desafio de aceitar suas limitações quando se trata do outro.

O paciente passa a perceber até onde pode ir e até que ponto é possível ajudar alguém. É reestabelecida a linha entre amor e permissividade.

O tratamento do codependente possibilita a redescoberta da autonomia e objetiva colocar o paciente como ser humano importante. Além disso, proporciona oportunidade de construir projeto de vida próprio sem codependência de outros.

São Metas do Tratamento:

  • Levar à aceitação de si e do outro.
  • Promover a elevação da autoestima.
  • Proporcionar ao paciente valorização de si mesmo.
  • Enfrentamento da realidade.
  • Levar a expressar seus sentimentos sem culpa.
  • Levar a percepção de que é fundamental auxiliar, dando ao outro a oportunidade de decidir que tipo de ajuda deseja

clinica de recuperação para meninos menores de idade

Atendimento 24hs

(11) 4175-0727

(11) 96474-1518 (Vivo/Whatsapp)